DriveWeb

INEGI lança website sobre as energias renováveis em Portugal – Notícias U.Porto

Quantas instalações de energia renovável existem em Portugal? A capacidade instalada está a crescer? E qual é a distribuição geográfica? As respostas a estas e outras questões sobre a realidade das energias renováveis em Portugal estão agora à distância de uma visita ao e2p – Energias Endógenas de Portugal, um website concebido pela Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN) e pelo INEGI – Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial, e disponível online a partir desta quinta-feira, 15 de junho, Dia Mundial do Vento.
José Carlos Matos, diretor da área de energia eólica do INEGI, salienta que “fornecer um retrato útil e detalhado do setor electroprodutor e do modo como este setor atende à procura de eletricidade é importante para ajudar o grande público a entender um pouco melhor o complexo mundo da eletricidade.”.
O website agrega todos os centros electroprodutores com recurso a fontes renováveis de energia existentes em Portugal e um conjunto de novas funcionalidades.
Para além de uma base de dados das centrais que tenham como fontes eólica, grande hídrica, pequena hídrica, solar fotovoltaica, biogás, biomassa, ondas e marés, os visitante podem ainda encontrar informação relevante sobre centros electroprodutores existentes, assim como informação sobre a tecnologia em utilização, a localização e a potência instalada.
Nesta reformulação do website, há novas funcionalidades que permitem identificar de onde vem a eletricidade que consumimos em Portugal assim como o preço a que é negociada.
As fontes renováveis de energia assumiram nos últimos anos um papel incontornável no mix energético nacional, sobretudo com o aumento progressivo de parques eólicos e de centrais fotovoltaicas no território português e espera-se que esse protagonismo venha a crescer durante os próximos anos.

noticias.up.pt é o portal noticioso da Universidade do Porto. Na sua raiz, pretende informar sobre os diferentes aspetos da(s) realidade(s) em que a  Universidade se insere, funcionando como “ponte” de comunicação” da academia com os seus membros e a comunidade em geral.
2024 © Universidade do Porto – Todos os direitos reservados

source