DriveWeb

Baixa de Lisboa sem carros: Veja como vão ficar as principais ruas e avenidas – Visão

“Uma nova forma de viver Lisboa. Com menos poluição e melhor qualidade do ar, contribuindo para a redução de 60 mil toneladas de CO2, numa cidade mais amiga das pessoas.” É assim que a Câmara Municipal de Lisboa anuncia, no próprio site, a interdição automóvel, com algumas exceções, na nova Zona de Emissões Reduzidas (ZER) Avenidas/Baixa-Chiado.
A verdade é que muita coisa vai mudar nesta zona tão conhecida da capital, dando-se prioridade aos transportes públicos e aos peões, com mais 4,6 hectares de espaço pedonal, incluindo a rua Garrett ou largo do Camões, e 5,7 quilómetros de ciclovias até à zona ribeirinha.
Já a partir de junho, vai ser obrigatório um dístico para aceder a esta zona e, no caso dos residentes, estacionar à superfície. Além disso, o acesso ficará condicionado aos segmentos autorizados, com controlo de acessos, que funcionará todos os dias entre as 06:30 e as 00:00. Neste horário, não vão poder circular veículos com mais de 7,5 toneladas, exceto pesados de passageiros autorizados, viaturas de higiene urbana e veículos de emergência.
Com exceção de veículos de residentes e de cidadãos com mobilidade reduzida, é também proibida a circulação de viaturas anteriores ao ano de 2000. Já os veículos das forças e serviços de segurança, de proteção civil e serviços em missão de urgência, veículos funerários em serviço, motociclos, ciclomotores e velocípedes não precisam de dístico.
Assim, o acesso e estacionamento na via pública passará a ser permitido apenas a residentes, cuidadores e a veículos afetos ao Serviço Nacional de Saúde e a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).
Na sua conta de Twitter, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, partilhou imagens de como ficarão as principais ruas e avenidas da zona, depois de estas medidas entrarem em vigor, no início do verão.
pic.twitter.com/qSC6UhgOdi
Veja, na galeria, como vão ficar as zonas que vão sofrer alterações.
A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites

source